.

sábado, 1 de maio de 2010

Vingança?

Nunca tive um momento de revolta que fosse visto como: 'caramba, se revoltou mesmo!', sempre são coisas que ninguém liga e que eu mesma vou me prejudicar, do tipo: 'só por causa disso não vou mais almoçar' ou 'não vou mais sair com vocês'... Quem liga? Tá, não quer sair não sai. Foi mais ou menos um desses ataques que eu tive na última sexta-feira.
É que na sexta, meu pai tem meio expediente e passa no colégio pra me pegar. Sempre foi assim, em todos os colégios, menos quando ele inventa uma desculpa e eu tenho que voltar andando, mas eu esperava que agora, nesse colégio novo, ele fosse mais compreensivo, até porque voltar pra casa de ônibus (dois) com meia calça, salto e saia, não é nada legal. Antes até que ia, eu ia pro colégio de calça e tênis mesmo. Voltando, meu pai passaria pra me pegar no fim da aula. Então eu liguei pra ele, pra saber se já era pra ir lá pra fora pra esperar ou onde ele estava, e ele disse que ia demorar um pouco, que quando estivesse saindo, me ligava. Ok, eu esperei uma hora! Foi uma hora mesmo, não tô exagerando. Não tinha quase mais ninguém no colégio, meu celular lixo não ligava nem mandava sms, e meu pai não atendia as ligações a cobrar do orelhão ¬¬ o telefone daqui de casa: ocupado por mais de meia hora. Aí eu tive a brilhante ideia de ligar a cobrar pra minha irmã (que por inteligência não atende, mas retorna) e pedir pra ela ligar pro meu pai, pedindo pra ele ligar pro orelhão, é. Nada. Eu me estressei, peguei minhas coisas e vim embora de ônibus! Isso mesmo só pra ele ver o que é bom pra tosse, vou voltar de ônibus pra casa, nesse sol, tô gripada e minha mochila tá pesada, ele vai ver só! E quando cheguei em casa ainda tive a coragem de dizer, me achando: "não precisa mais passar pra me pegar as sextas-feiras! u.u".

Que vingança essa minha! ¬¬ Mas eu não dou o braço a torcer, se preciso for voltar de ônibus, voltarei, MUAHAHAHAHA!
.
.


.

Tentativa de postagem = fail.

15 Comentários:

Ada Lílian disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Inha você tem muitos problemas, eu ri muito.
Fail nadaa, gostei muito.
Beeijos.

Paulo Tamburro disse...

MAYARA,

No meu blog, HUMOR EM TEXTO a crônica de humor desta semana é :"Afinal,o que tem por trás disto?".

O que será?

Venha conferir!

Voltarei sempre aqui.

Um abração carioca.

Bill Falcão disse...

Tá certa! Mas, afinal, o que houve? Ele esqueceu?
Bjooo!!

meus instantes e momentos disse...

gostei desse teu jeito de escrever.
é bom de ler...
Gostei daqui.
Maurizio

Candy Medina disse...

HAHAHAHA, já passei da minha época de revoltada, mas às vezes ela insiste em voltar...
Boa sorte aê! God bless :*

Yasmin Pinheiro disse...

Huahuashaush, adorei sua postagem fofinha ;D.
E obrigada pelo comentário:D.

Anna disse...

Meus pais são mestres em me deixar esperando que nem tonta nos lugares. Essa semana mesmo meu pai aprontou uma. É que eu estou em semana de prova, então saio mais cedo da escola. Como estava sem celular, só combinei com ele que meio dia eu esperaria ele na esquina da escola, sendo que ainda tive que ouvir "se eu passar lá e você não estiver me esperando, juro que te deixo na escola". Ok. Meio dia, fui pra esquina. MEIO DIA E QUARENTA E CINCO surge meu pai. E eu todo esse tempo no sol forte, com uma bolsa pesada, depois de ter feito quatro provas. E sabe o que eu ouço quando reclamo: "Eu atraso não é porque tô brincando e jogando conversa fora não, viu?" e já eu, se deixo ele ou minha mãe esperando por menos de cinco minutos, tenho que ouvir horrores.
Ai, esses pais...
Beijos

Anna Beatriz disse...

Inha Revolts! hsuhashaushaush :*
Tbm odeio quando me fazem esperar x.x

Thaís A. disse...

HAESUEHSUHEUS, que malandra!
Mas pera: você vai de saia e salto por colégio? o.o

GaB. disse...

Porque os pais não tem tanta consideração conosco né? Que custava te ligar?ashuashsausahasuhsausah

Mas pera: você vai de saia e salto pro colégio? [2]
hasuashuahsuashas
To seguindo, beijo :*

Vítor Teixeira disse...

Bem... as vezes se revoltar não ajuda... Mas pera: você vai de saia e salto pro colégio?³

Letícia disse...

Meu pai quase sempre diz que vai me pegar e coloca um monte de coisas na frente. Pra não me estressar e não dar o piti que certamente daria, eu falo "vou de ônibus". Gosto de me sentir independente. Beijo!

Maria Carolina disse...

HAHAHAHA, posso falar? Isso certamente poderia estar narrando eu e meu pai. Sério mesmo. ;*

Tary disse...

Ah, meu pai costumava aprontar dessas quando eu estava na escola. Agora, com a faculdade, me viro sozinha. É ônibus mesmo... Hahahaha (: Isso mesmo, se revolte, faz bem.
:*

Mayara Cunha disse...

colégio militar = tortura = salto

haha, bj

Vingança?

15 comentários
Nunca tive um momento de revolta que fosse visto como: 'caramba, se revoltou mesmo!', sempre são coisas que ninguém liga e que eu mesma vou me prejudicar, do tipo: 'só por causa disso não vou mais almoçar' ou 'não vou mais sair com vocês'... Quem liga? Tá, não quer sair não sai. Foi mais ou menos um desses ataques que eu tive na última sexta-feira.
É que na sexta, meu pai tem meio expediente e passa no colégio pra me pegar. Sempre foi assim, em todos os colégios, menos quando ele inventa uma desculpa e eu tenho que voltar andando, mas eu esperava que agora, nesse colégio novo, ele fosse mais compreensivo, até porque voltar pra casa de ônibus (dois) com meia calça, salto e saia, não é nada legal. Antes até que ia, eu ia pro colégio de calça e tênis mesmo. Voltando, meu pai passaria pra me pegar no fim da aula. Então eu liguei pra ele, pra saber se já era pra ir lá pra fora pra esperar ou onde ele estava, e ele disse que ia demorar um pouco, que quando estivesse saindo, me ligava. Ok, eu esperei uma hora! Foi uma hora mesmo, não tô exagerando. Não tinha quase mais ninguém no colégio, meu celular lixo não ligava nem mandava sms, e meu pai não atendia as ligações a cobrar do orelhão ¬¬ o telefone daqui de casa: ocupado por mais de meia hora. Aí eu tive a brilhante ideia de ligar a cobrar pra minha irmã (que por inteligência não atende, mas retorna) e pedir pra ela ligar pro meu pai, pedindo pra ele ligar pro orelhão, é. Nada. Eu me estressei, peguei minhas coisas e vim embora de ônibus! Isso mesmo só pra ele ver o que é bom pra tosse, vou voltar de ônibus pra casa, nesse sol, tô gripada e minha mochila tá pesada, ele vai ver só! E quando cheguei em casa ainda tive a coragem de dizer, me achando: "não precisa mais passar pra me pegar as sextas-feiras! u.u".
Que vingança essa minha! ¬¬ Mas eu não dou o braço a torcer, se preciso for voltar de ônibus, voltarei, MUAHAHAHAHA!
.
.


.

Tentativa de postagem = fail.

15 comentários:

Ada Lílian disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Inha você tem muitos problemas, eu ri muito.
Fail nadaa, gostei muito.
Beeijos.

Paulo Tamburro disse...

MAYARA,

No meu blog, HUMOR EM TEXTO a crônica de humor desta semana é :"Afinal,o que tem por trás disto?".

O que será?

Venha conferir!

Voltarei sempre aqui.

Um abração carioca.

Bill Falcão disse...

Tá certa! Mas, afinal, o que houve? Ele esqueceu?
Bjooo!!

meus instantes e momentos disse...

gostei desse teu jeito de escrever.
é bom de ler...
Gostei daqui.
Maurizio

Candy Medina disse...

HAHAHAHA, já passei da minha época de revoltada, mas às vezes ela insiste em voltar...
Boa sorte aê! God bless :*

Yasmin Pinheiro disse...

Huahuashaush, adorei sua postagem fofinha ;D.
E obrigada pelo comentário:D.

Anna disse...

Meus pais são mestres em me deixar esperando que nem tonta nos lugares. Essa semana mesmo meu pai aprontou uma. É que eu estou em semana de prova, então saio mais cedo da escola. Como estava sem celular, só combinei com ele que meio dia eu esperaria ele na esquina da escola, sendo que ainda tive que ouvir "se eu passar lá e você não estiver me esperando, juro que te deixo na escola". Ok. Meio dia, fui pra esquina. MEIO DIA E QUARENTA E CINCO surge meu pai. E eu todo esse tempo no sol forte, com uma bolsa pesada, depois de ter feito quatro provas. E sabe o que eu ouço quando reclamo: "Eu atraso não é porque tô brincando e jogando conversa fora não, viu?" e já eu, se deixo ele ou minha mãe esperando por menos de cinco minutos, tenho que ouvir horrores.
Ai, esses pais...
Beijos

Anna Beatriz disse...

Inha Revolts! hsuhashaushaush :*
Tbm odeio quando me fazem esperar x.x

Thaís A. disse...

HAESUEHSUHEUS, que malandra!
Mas pera: você vai de saia e salto por colégio? o.o

GaB. disse...

Porque os pais não tem tanta consideração conosco né? Que custava te ligar?ashuashsausahasuhsausah

Mas pera: você vai de saia e salto pro colégio? [2]
hasuashuahsuashas
To seguindo, beijo :*

Vítor Teixeira disse...

Bem... as vezes se revoltar não ajuda... Mas pera: você vai de saia e salto pro colégio?³

Letícia disse...

Meu pai quase sempre diz que vai me pegar e coloca um monte de coisas na frente. Pra não me estressar e não dar o piti que certamente daria, eu falo "vou de ônibus". Gosto de me sentir independente. Beijo!

Maria Carolina disse...

HAHAHAHA, posso falar? Isso certamente poderia estar narrando eu e meu pai. Sério mesmo. ;*

Tary disse...

Ah, meu pai costumava aprontar dessas quando eu estava na escola. Agora, com a faculdade, me viro sozinha. É ônibus mesmo... Hahahaha (: Isso mesmo, se revolte, faz bem.
:*

Mayara Cunha disse...

colégio militar = tortura = salto

haha, bj

  ©A guardiã de memórias - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo