.

sábado, 12 de junho de 2010

Doce sabor amargo.

É impressionante como as pessoas me conhecem mal! Impressionante o pequeno número de gente que realmente sabe como eu sou e meu modo de agir, que sabe quando eu tô brincando ou falando sério, que sabe que eu demonstro meus sentimentos da forma mais bonita que eu posso.
O pior é que julgam. E julgam muito. Mas enfim, não era pra ninguém se assustar porque eu choro quando 'vejo' meus amigos tristes.
Hoje foi um dia da-que-les, em que você perde o chão com uma simples frase dita ou um telefonema. A notícia já era prevista, mas não achava que ia ser tão.. dessa forma. Tenho algumas pessoas que fazem tanto parte de mim, a ponto de me fazer chorar só de pensar na tristeza, ou sorrir só de pensar na alegria deles. Eu escolho sorrir, mas chorar é inevitável.
E aquela notícia tinha que vir logo assim? Pela internet? Doeu muito em mim quando Dinho me falou que ela tinha morrido, apesar de não ser tão próxima assim, só me veio a cabeça duas pessoas: Ada e Binha.
Na mesma hora mandei um sms pra duas, falando que eu as amo muito. Por incrível que pareca, Ada falou comigo (em off) no msn, falando que me amava muito também. Eu consegui sentir a tristeza nas letras do msn dela. Aquele azul nunca foi tão melancólico e morto, mas mais uma vez foi capaz de arrancar lágrimas que dessa vez não foram impedidas de cair nem por um pedido de uma pessoa especial.
Como se não bastasse, meu telefone tocou, e era Binha. Chorando como nunca, já me fez desabar. E falando que me amava, então... Não sei porquê, mas Binha chorando não. Ela não.
E assim terminou a minha manhã, intercalada com alguns poucos tristes sorrisos nem sempre forçados, lágrimas amargas recheadas de saudade, de vontade de estar perto e olhos estupidamente vermelhos.
A felicidade é, definitivamente, algo momentâneo. Essa semana foi cheia de altos e baixos. Quanta emoção!



__
Tava maior tempão sem postar aqui e sem contar sobre mim, mas enfim... Ganhei uma discipuladora, Ada desativou o blog dela, vou pra o Nordestão! Tô estudando muito. Não sei se vou voltar de vez pro blog, acho que a maioria dos blogueiros tão nessa situação :S Ér, e eu acho que ficou bem sem nexo a postagem, mas enfim. Thanks for all! <3

5 Comentários:

Victor disse...

Ada e Binha podem realmente te chamar de amiiga, você ri, chora com elas! alguem q mesmo estando longe de alguma mandeira tah perto!

Adoroo a amizade de voces

Ada Lílian disse...

Realmente Vitor, eu sei que sempre vou tê-la como amiga.
Para mim a postagem teve muito nexo. Você não tem noção como foi importante a mensagem que você mandou, no momento certo. Tanto para mim, quanto para Binha. Me senti abraçada por você, mesmo de longe. Muito brigada, sei que posso contar com você sempre. É nessas horas que a gente vê né?
Beeijos, te amo.

Anna Beatriz disse...

Ouuxe! Nada de sem nexo não! vots!
Aiin Inha, senti sua dora ao ler a postagem, gosto de coisas assim, que toquem meu coração, estamos todos tristes, mas felizmente, eu já estava mais ou menos preparada pra isso.
beijos, amo você :)

Anna disse...

Também desabo ao ver os meus amigos tristes, principalmente quando choram, não me aguento.
Lembro de uma vez que meu melhor amigo havia brigada feio com a menina que ele gostava e chegou chorando convulsivamente, de um jeito que eu nunca tinha visto antes. Eu peguei tanto as dores dele, e fiquei com tanta raiva da menina que tinha feito aquilo com ele que lembro que saí corrando e comecei a bater meu caderno na parede várias vezes.
Espero que já esteja melhor, e suas amigas também.
Beijos

Bill Falcão disse...

Lamento muito que coisas ruins estejam acontecendo aí com você, Inha! Infelizmente, passamos por isso na vida, mais cedo ou mais tarde.
Espero que você tenha forças pra suportar essas perdas e continue a viver com alegria, até mesmo em homenagem aos seres queridos que se foram. Eles gostariam de te ver feliz!
Bjoo!!

Doce sabor amargo.

5 comentários
É impressionante como as pessoas me conhecem mal! Impressionante o pequeno número de gente que realmente sabe como eu sou e meu modo de agir, que sabe quando eu tô brincando ou falando sério, que sabe que eu demonstro meus sentimentos da forma mais bonita que eu posso.
O pior é que julgam. E julgam muito. Mas enfim, não era pra ninguém se assustar porque eu choro quando 'vejo' meus amigos tristes.
Hoje foi um dia da-que-les, em que você perde o chão com uma simples frase dita ou um telefonema. A notícia já era prevista, mas não achava que ia ser tão.. dessa forma. Tenho algumas pessoas que fazem tanto parte de mim, a ponto de me fazer chorar só de pensar na tristeza, ou sorrir só de pensar na alegria deles. Eu escolho sorrir, mas chorar é inevitável.
E aquela notícia tinha que vir logo assim? Pela internet? Doeu muito em mim quando Dinho me falou que ela tinha morrido, apesar de não ser tão próxima assim, só me veio a cabeça duas pessoas: Ada e Binha.
Na mesma hora mandei um sms pra duas, falando que eu as amo muito. Por incrível que pareca, Ada falou comigo (em off) no msn, falando que me amava muito também. Eu consegui sentir a tristeza nas letras do msn dela. Aquele azul nunca foi tão melancólico e morto, mas mais uma vez foi capaz de arrancar lágrimas que dessa vez não foram impedidas de cair nem por um pedido de uma pessoa especial.
Como se não bastasse, meu telefone tocou, e era Binha. Chorando como nunca, já me fez desabar. E falando que me amava, então... Não sei porquê, mas Binha chorando não. Ela não.
E assim terminou a minha manhã, intercalada com alguns poucos tristes sorrisos nem sempre forçados, lágrimas amargas recheadas de saudade, de vontade de estar perto e olhos estupidamente vermelhos.
A felicidade é, definitivamente, algo momentâneo. Essa semana foi cheia de altos e baixos. Quanta emoção!



__
Tava maior tempão sem postar aqui e sem contar sobre mim, mas enfim... Ganhei uma discipuladora, Ada desativou o blog dela, vou pra o Nordestão! Tô estudando muito. Não sei se vou voltar de vez pro blog, acho que a maioria dos blogueiros tão nessa situação :S Ér, e eu acho que ficou bem sem nexo a postagem, mas enfim. Thanks for all! <3

5 comentários:

Victor disse...

Ada e Binha podem realmente te chamar de amiiga, você ri, chora com elas! alguem q mesmo estando longe de alguma mandeira tah perto!

Adoroo a amizade de voces

Ada Lílian disse...

Realmente Vitor, eu sei que sempre vou tê-la como amiga.
Para mim a postagem teve muito nexo. Você não tem noção como foi importante a mensagem que você mandou, no momento certo. Tanto para mim, quanto para Binha. Me senti abraçada por você, mesmo de longe. Muito brigada, sei que posso contar com você sempre. É nessas horas que a gente vê né?
Beeijos, te amo.

Anna Beatriz disse...

Ouuxe! Nada de sem nexo não! vots!
Aiin Inha, senti sua dora ao ler a postagem, gosto de coisas assim, que toquem meu coração, estamos todos tristes, mas felizmente, eu já estava mais ou menos preparada pra isso.
beijos, amo você :)

Anna disse...

Também desabo ao ver os meus amigos tristes, principalmente quando choram, não me aguento.
Lembro de uma vez que meu melhor amigo havia brigada feio com a menina que ele gostava e chegou chorando convulsivamente, de um jeito que eu nunca tinha visto antes. Eu peguei tanto as dores dele, e fiquei com tanta raiva da menina que tinha feito aquilo com ele que lembro que saí corrando e comecei a bater meu caderno na parede várias vezes.
Espero que já esteja melhor, e suas amigas também.
Beijos

Bill Falcão disse...

Lamento muito que coisas ruins estejam acontecendo aí com você, Inha! Infelizmente, passamos por isso na vida, mais cedo ou mais tarde.
Espero que você tenha forças pra suportar essas perdas e continue a viver com alegria, até mesmo em homenagem aos seres queridos que se foram. Eles gostariam de te ver feliz!
Bjoo!!

  ©A guardiã de memórias - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo